Cardiotocógrafo MONICA AN-24

Produto desenvolvido pela empresa MONICA HEALTHCARE LTD., em Nottingham, Reino Unido. Atualmente é utilizado por médicos, clinicas e hospitais em diversos países, tais como: todos os países integrantes do Reino Unido e também Alemanha, Espanha, Japão, China, Índia, Estados Unidos e Canadá.

Em síntese, é um HOLTER Materno/Fetal portátil destinado a monitorização e medição não-invasiva do ritmo cardíaco Fetal (FHR), ritmo cardíaco Maternal (MHR), Atividade Uterina (UA) e Movimentos Maternos (Mmov) por até 24 horas. Pretende-se que estes dados de Cardiotocografia ajudem na avaliação do bem-estar do feto e da mãe desde as 20 semanas de gestação até ao final da primeira etapa do trabalho de parto.

Sua aplicação e utilização é bastante simples uma vez que o monitor faz a verificação dos sinais a serem medidos automaticamente, sendo que o monitoramento pode ocorrer em hospitais, clínicas, consultórios ou em casa do paciente. Este último monitoramento fora dos hospitais, ou seja, no mundo real onde as dores ou incômodos ocorrem, diferentemente de um leito hospitalar em que a paciente tem que permanecer deitada e quase imóvel por 20 a 30 minutos, traz grande vantagem para o diagnóstico clínico. Ainda, evita a necessidade do acompanhamento pelo profissional da saúde durante a execução do exame, minimizando os custos.

O fato de o equipamento ser destinado à monitoração faz com que a mãe, e futura parturiente, seja acolhida por uma unidade hospitalar (pública ou privada) somente no tempo e momento mais adequados, evitando-se deste modo, internações antecipadas e respectivas exposições a riscos desnecessários (por exemplo, infecções hospitalares). Sem, obviamente, mencionar-se a economia de custos que isto proporciona aos serviços de saúde, em especial, ao nosso Sistema Único de Saúde.

Sua aplicação e uso no monitoramento de gestantes de risco (hipertensas, diabéticas, obesas, adolescentes), contribuem no acompanhamento sem a necessidade de internamentos emergenciais, mais uma vez contribuindo com a redução dos altos custos de internação para o SUS.

Inúmeras vantagens conferem ao equipamento aspectos sociais e econômicos de suma importância na área da saúde. Em outras palavras, de acordo com sua aplicação, características técnicas e portabilidade, o mesmo poderá ser utilizado nos programas oficiais de saúde de diversos níveis de governo, seja no de âmbito FEDERAL representado pela REDE CEGONHA, amplamente divulgado pelo governo, assim como nos níveis MUNICIPAIS e ESTADUAIS nos diversos programas já implantados e em implantação que visam o cuidado com a saúde das gestantes e seu feto, seja em atenção direta nas clínicas e hospitais e também aqueles cuja atenção se dá em domicílio, em atenção à família.

Monica AN24